Em pronunciamento, o deputado Esmeraldo Santos (PR) defendeu, ontem, que a duplicação da BR-104 seja estendida até o município de Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste pernambucano. No traçado atual, a obra contempla apenas os municípios de Toritama e Caruaru. “Por integrar o Polo de Confecções e ser a segunda cidade que mais cresce em Pernambuco, Santa Cruz não pode deixar de ser contemplada”, pontuou.

O parlamentar solicitou ao secretário estadual de Transportes, Sebastião Oliveira Júnior, para que sejam adotadas as devidas providências. “Aconteceu a mesma coisa com a BR-232. No início, o projeto seguia até Caruaru e, hoje, beneficia, inclusive, São Caetano.”
.
Publicado no Diário Oficial.

Por Emanoel Glicério |



Mais de 600 alunos da rede pública já foram contemplados com esta ação


Teve início no último mês de agosto, em Santa Cruz do Capibaribe, a Ronda Escolar criada pela Prefeitura da cidade, através da Secretaria Municipal de Defesa Social, cujo principal objetivo é minimizar os problemas de segurança nas escolas da rede pública. A Ronda é formada por guardas municipais que foram selecionados para trabalhar diretamente com crianças e adolescentes. O Trabalho, que contribui para a formação ética e moral dos alunos, consiste em visitar as escolas públicas do município, realizando assim, um diagnóstico com informações captadas em conversas com diretores e professores.

Os guardas municipais orientam, também, os educadores como proceder em casos de desvio de conduta gerado no espaço escolar. Além disso, a RE ministra palestras sobre o uso de drogas – a exemplo do "crack"-, e quando necessário, visita os pais daqueles alunos que levam problemas para a escola.

“Já podemos observar um resultado inicial bastante satisfatório desta ação, uma vez que a comunidade escolar pública vem percebendo mudanças significativas dentro da sala de aula. Recentemente, recebemos ofícios de dirigentes de diversas escolas do município, parabenizando pelo trabalho realizado”, afirmou o secretário de Defesa Social, Ten. Cel. Otávio Varêda.
.
Assessoria do governo municipal

Por Emanoel Glicério |

* Que o almoço oferecido a Mendoncinha nesta terça-feira (29), na casa do deputado Edson Vieira, parecia o encontro de um clube da terceira idade política, devido ao entusiasmo da velha guarda Boca-Preta que anda empolgada com a possível candidatura de Ernando Silvestre a prefeito em 2012.


* Que o fraco governo de Antônio Figueirôa tem animado os incentivadores da campanha Volta Zé 2012, com Nanau na vice.


* Que a ausência da ex-vereadora Zilda Moraes no almoço oferecido a Mendoncinha foi uma retaliação de alguns setores da oposição que não suportam a forma da guerreira fazer política.

* Que o síndico do Moda Center insistiu sozinho no reajuste da taxa do condomínio, sendo contrario até a opinião do seu sobrinho e conselheiro político Ernesto Maia.

* Que a diretoria do Moda Center abandonou o barco na hora que Zé insistiu em manter a assembléia, mesmo após todas as evidências de que os condôminos eram absolutamente contra o reajuste.

* Que administrativamente ou politicamente o grande derrotado da assembléia foi o síndico José Augusto Maia.

* Que a falta de médicos no Hospital Municipal provocará um estrago ainda maior no já combalido governo Figueirôa.

Por Emanoel Glicério |


Um grupo de professores do quadro efetivo se reuniu na tarde de ontem (28) com o Governo Municipal para tratar sobre o reajuste no piso salarial instituído pelo Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos (PCCV), implantado em junho deste ano.
.
O encontro aconteceu no Gabinete do Prefeito e reuniu o gestor municipal, membros das Secretarias de Finanças e Educação, representante do Sindicato Único de Professores da Rede Pública Municipal do Estado de Pernambuco (Sinduprom/PE) e a comissão de professores municipais da Dália da Serra.
.
Na sua proposta, os professores pediram um aumento de 9% sobre o atual piso salarial, que é de R$ 950. Reajuste esse para ser aplicado a partir do salário de outubro. O sindicato se comprometeu a mandar a proposta por escrito até amanhã (30) para que a comissão do Governo Municipal analise. E no dia 19 de outubro, os mesmos voltarão a se reunir para firmar um acordo, o qual será enviado à Câmara Municipal de Vereadores para votação.
.
“Estou vendo o Governo Municipal dando a maior força para nós, professores. Digo isso porque ele sempre se mostra disposto a ouvir e negociar conosco”, observou a professora Andrea Simone da Silva, membro da comissão.
.
Assessoria de Taquaritinga

Por Emanoel Glicério |

A cada dois anos, desde 1984, o Encontro Nacional de Jornalistas em Assessoria de Comunicação (ENJAC) constitui um foro de debates sobre o exercício da profissão do jornalista em assessoria de imprensa, o mercado de trabalho e de comunicação no Brasil. O objetivo também é aproximar a categoria e criar um canal de aperfeiçoamento das técnicas e instrumentos do exercício da profissão de jornalista em assessoria de comunicação e de imprensa.

Sempre buscando se atualizarem, os jornalistas da G2, Gilberto Silva e Geraldo Moura estão de malas prontas para participar do congresso, “a qualificação permanente é uma marca da G2, cursamos pós-graduação e participamos de congressos importantes, sempre visando a atualização necessária para a profissão” enfatizou Gilberto. Segundo Geraldo Moura “o fluxo de informações é muito grande, para ser um bom profissional é preciso se atualizar permanentemente, a cada dia aumenta a procura por profissionais qualificados”.

O XVII ENJAC, de 1º a 4 de outubro de 2009, em Goiânia (GO), avaliará as questões próprias da atuação do jornalista profissional em assessoria de imprensa e sua relação com assessorados e redações, além da formação do profissional em assessoria de imprensa, ética profissional e relações trabalhistas.Com o tema “Assessoria de Imprensa: O Jornalismo passa por aqui”, o encontro deste ano realizado pela Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) e pelo Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de Goiás reunirá representantes da FENAJ, dos 31 Sindicatos dos Jornalistas do Brasil e jornalistas e estudantes de Jornalismo de várias partes do País.
G2

Por Emanoel Glicério |


Na tarde de ontem (29), em uma reunião especial e solene na Casa Dr. José Viera de Araújo, o presidente da CDL Santa Cruz do Capibaribe – Fábio Lopes recebeu das mãos do Vereador Dimas Dantas Título Honorífico - Medalha Padre Zuzinha.

Esta é a 5ª edição de concessão dos títulos a pessoas nacionais, ou estrangeiras radicadas no país, que se tenha projetado nas atividades culturais, políticas, científicas e sociais, pelos projetos ou iniciativas apresentadas que contribuíram de forma decisiva para o progresso da cidade. A Lei de Nº 1.529/2005 foi aprovada pelo Poder Legislativo em 17 de julho de 2005, ficando assim, criada a Medalha Padre José Pereira de Assunção – Padre Zuzinha.

Padre Zuzinha - José Pereira de Assunção (1904 - 1983) - Vigário de Santa Cruz do Capibaribe, lugar que viveu cerca de 40 anos. Homem simples, de coração puro e que buscava sempre servir a população. Passados 26 anos de sua morte, o povo ainda hoje, rende homenagem a ele.

“Para mim foi um momento muito honroso, afinal receber esta medalha tem um significado especial, pois temos que buscar dentro de nós mesmos um pouquinho do grande homem que foi “Padre Zuzinha”, ressaltou Fábio Lopes.
.
Assessoria CDL

Por Emanoel Glicério |


Muitas lideranças regionais estiveram presentes na tarde da terça (29) na casa do Deputado Estadual Edson Vieira. Na ocasião políticos de Vertentes, Santa Maria do Cambucá, Taquaritinga, Toritama, Santa Cruz e Brejo da Madre de Deus estiveram presentes, almoçaram e discutiram parâmetros da política estadual.


Entre as personalidades vários vereadores, o ex-prefeito de Taquaritinga Jânio Arruda, Flávio Lima prefeito de Toritama, Ernando Silvestre ex-prefeito de Santa Cruz e Mendoça Filho ex-governador.


Para Edson Vieira esses eventos mostram que sua reeleição está firme “tenho aqui diversas lideranças de Santa Cruz e das cidades vizinhas, que confiam no meu mandato e estão fortes comigo para essa reeleição” afirmou Vieira.


Após a solenidade de entrega da Medalha Pe. Zuzinha os vereadores de Santa Cruz também se juntaram as demais lideranças, e no final da tarde a comitiva prestigiou a procissão de São Miguel e do Senhor Bom Jesus dos Aflitos, e seguiram pelas principais ruas da cidade.

G2

Por Emanoel Glicério |


Confira o que o vereador Ernesto Maia escreveu em seu blog, ao comentar os tumultos ocorridos na última sexta-feira quando o Moda Center iria realizar uma assembléia para reajustar o valor da taxa de condomínio.

Coluna Maia

Bom dia amigos internautas, hoje vou falar sobre o que aconteceu no Moda Center na última Assembléia.

Alguns políticos acham que aconteceu uma derrota política de Zé Augusto, enganam-se estas pessoas, talvez por desconhecer a história política de Zé Augusto.

Zé Augusto sempre foi um político marcado pela coragem, em 1992, quando Salete era a candidata mais forte do nosso município, Zé foi o único político que teve coragem de jogar para o alto uma reeleição certa de vereador e aceitou ser o vice de uma candidatura perdida. Venceu esta batalha e foi eleito vice-prefeito.

Nesta gestão o Governo Estadual era contra, e mandou, por engano, um feijão que seria distribuído com os carentes para a Prefeitura, percebendo o erro, o então Secretário de Agricultura, Mendonça Filho, mandou a Polícia Militar arrombar um prédio da Prefeitura. Sabe quem enfrentou a polícia? O Governo do Estado? Isso mesmo, foi o Zé.

Em 1998, lançou-se candidato à Deputado Estadual, sem apoio do partido cabecinha (que apoiou Edson Vieira), sem recursos, praticamente sozinho venceu Augustinho Rufino em Santa Cruz que, até aquela eleição nunca tinha perdido em nossa cidade. Em 2000, foi candidato à Prefeito contra os Governos Municipal, Estadual e Federal, contra Ernando Silvestre que era considerado Mito, que tinha ganhado a eleição contra os milhões dos Moraes e Vieiras e tinha vencido Bianchi e todo o seu carisma de Padre. Quem derrubou o Mito Ernando foi o Zé.

Quando ninguém acreditava que fosse possível resolver os problemas de nossa feira, lá estava o Zé com a coragem de criar o Moda Center, e consequentemente mudar a feira.

Escrevo com a propriedade de quem foi o primeiro Presidente do Moda Center, que conhece as dificuldades do Parque e sabe que, se quisermos trazer novos clientes, temos que investir, muitos dos que incentivaram as pessoas a ser contra o Parque, depois compraram lojas na calada da noite, ganhando milhares de reais em cima delas.

Quem presenciou o vídeo da Assembléia viu que Zé, com sua coragem, disse “Eu morro pelo Parque”, “Eu sou louco pelo Parque”, mesmo intimidado por algumas pessoas que preferem que o Parque e Santa Cruz se acabe desde que o Zé não fique bem na fita.

Está na hora de se discutir as finanças do Parque com seriedade, que os “Agnaldos” da vida pensem primeiro em fazer sua parte, diminuirmos a inadimplência e lembrarmos o que seria Santa Cruz do Capibaribe sem o Moda Center e sem a coragem de José Augusto Maia.

Por Emanoel Glicério |

Confira a coletiva realizada na última sexta-feira (25) quando o síndico do Moda Center falou sobre os tumultos ocorridos após o cancelamento da assembléia que discutiria o reajuste na taxa de condomínio do Moda Center.



Por Emanoel Glicério |


A diretoria do Moda Center, que havia marcado uma assembléia para a última sexta-feira, onde seria colocado em votação o reajuste da taxa de condomínio, procura uma forma de concertar os estragos político e administrativos provocados pela confusão que terminou cancelando a assembléia.

Prejuízo administrativo, porque segundo o síndico do condomínio, o reajuste é vital para manter o Moda Center funcionando normalmente e para iniciar uma campanha publicitária por vários estados do país, divulgando a economia da Capital da Sulanca e o condomínio onde “Nem na China” se encontrar oportunidades de negócios como no Moda Center.

Mas infelizmente o Moda Center tem sido prejudicado, desde a sua origem, pela paixão política que consome a cidade e que mais uma vez deixou os assuntos relevantes em segundo plano para abrir espaço para uma politicalha irresponsável e inconsequente. E é daí que vem o prejuízo político com a assembléia, já que é inegável a ligação da imagem do político José Augusto ao Moda Center.

Para muitos condôminos presentes a assembléia o principal motivo de se posicionar de forma contraria ao reajuste da taxa de condomínio era pelo fato de tentar impor uma derrota a José Augusto. Por outro lado muitos dos aliados do ex-prefeito e atual síndico estavam em busca de mais uma vitoria para o líder, sem entenderem realmente quais eram os efeitos da aprovação ou não do reajuste para o condomínio. E dentro desse fogo cruzado alimentado pelo fanatismo político estavam os verdadeiros responsáveis pelo desenvolvimento e progresso da Capital da Sulanca e do Moda Center: os sulanqueiros, confeccionistas e empreendedores que olham para a cidade com a visão de quem busca o progresso, e não a vitoria de grupo político A ou B.

A assembléia


A assembléia da última sexta-feira foi marcada pelos confrontos entre o síndico do Moda Center, José Augusto, e o ex-vereador Aguinaldo Xavier (Ambos do PTB, mas inimigos políticos).

Durante toda a semana que antecedeu a assembléia do Moda Center os dois políticos fizeram uma verdadeira maratona pelas rádios da cidade tentando justificar suas posições com relação ao reajuste da taxa de condomínio.

José Augusto explicou a necessidade de reajustar as taxas do condomínio para manter o Moda Center funcionando, mas o ex-vereador, Aguinaldo Xavier, questionou esse reajuste e passou a propor uma redução nos gastos do Moda Center, acompanhando de uma consultoria para detectar uma melhor forma de administrar o condomínio.

O que era uma discussão administrativa se tornou um embate político, onde o que menos interessava era o Moda Center. Aguinaldo Xavier colocou carros de som pelas ruas da cidade convocando os condôminos para votarem contra o reajuste , e iniciou uma articulação política para levar um grande número de aliados ao parque e derrotar José Augusto. Já o síndico não escondeu a sua contrariedade com as atitudes do desafeto, e menosprezando o inimigo político, não se articulou para levar os seus aliados a assembléia.

Protestos e tumultos

A assembléia mal chegou a começar e uma queda de energia provocou o ponta-pé inicial dos protestos, fazendo com que a assembléia fosse cancelada, sem data certa para a nova convocação dos condôminos.

A partir do momento em que foi anunciado o cancelamento da assembléia os condôminos intensificaram os protestos, gritando palavras de ordem e acusando a diretoria do Moda Center de não colocar o reajuste em votação por saber que o número de condôminos contrários era bem maior que os simpatizantes do reajuste.

Durante aproximadamente dez minutos que pareciam uma eternidade, José Augusto se manteve imóvel entre uma barreira de seguranças enquanto os condôminos protestavam. A expressão de José Augusto era a de quem sabia que a derrota era visível, e em alguns momentos era nítido o medo estampado no rosto de líder político que pela primeira vez foi afrontado publicamente pelos condôminos.

Pouco a pouco outros membros da diretoria do Moda Center começavam a abandonar o local dos protestos, aconselhando o síndico a fazer o mesmo. Em um determinado momento, captado pelas lentes do Diário da Sulanca/Portal Capibaribe, o tesoureiro Zenivaldo Andrade faz um gesto de que está indo embora, é a partir deste instante que José Augusto começa a aceitar a ideia de se retirar do local da assembléia.

O que se vê em seguida é uma verdadeira caça ao suposto responsável pelo cancelamento da assembléia. José Augusto percorre os corredores entre as ruas de box’s , tentando chegar até o escritório da administração, enquanto é seguido pelos condôminos que cobram respeito, pedem a volta as assembléia, e gritam o tradicional “FORA, FORA, FORA”.

Se sentido acuado pelo grande número de condôminos que o seguem, José Augusto parte para o ataque e acusa os manifestantes de promoverem uma bagunça orquestrada pelo empresário Zinha Vieira, pelo deputado estadual Edson Vieira e pelo ex-vereador Aguinaldo Xavier.

“Isso não é uma assembléia, isso é uma bagunça, o Moda Center é um lugar de respeito” gritava José Augusto enquanto um coro ensurdecedor também cobrava respeito do síndico.

O ponto mais crítico do confronto ocorreu quando um condômino ainda não identificado fez uma provocação ao síndico, que em uma total falta de equilíbrio emocional, partiu para cima dos manifestantes aos gritos de “Vocês querem me matar, me matem, me matem. Fui eu que fiz isso aqui. Fui eu. Sou louco por isso. Me matem”. Os condôminos atônitos apenas olhavam a cena e pareciam não acreditar que José Augusto tinha perdido o controle da situação, que em outras oportunidades facilmente seria contornada.

A coletiva

Já passava das 20 horas quando José Augusto decidiu convocar a imprensa para uma coletiva onde abordaria tudo o que ocorreu nos tumultos provocados pelo cancelamento da assembléia.

Visivelmente calmo, José Augusto iniciou a coletiva falando sobre o prejuízo que o Moda Center terá com o atraso no reajuste da taxa de condomínio, já que esse aporte financeiro seria utilizado para equilibrar o orçamento do condomínio e proporcionar condições para se iniciar uma campanha publicitária com a marca Moda Center.

José Augusto comentou a interferência de pessoas que ele classifica como “Políticos do Atraso” e voltou a citar o nome do deputado Edson Vieira e do ex-vereador Aguinaldo Xavier como incentivadores dos tumultos ocorridos no Moda Center.

Politicamente o síndico reconheceu que tem tido prejuízos ao tomar medidas impopulares como a taxa para que moto-taxistas, taxistas e toyoteiros atuem dentro da área do parque, mas afirmou que decisões como estas são inevitáveis para manter o Moda Center de pé.

José Augusto afirmou que poderá diminuir a bonificação dos condôminos que pagam suas taxas em dias, além de tentar encontrar outras formas de conseguir arrecadar fundos para preencher as perdas com o atraso no reajuste, mas não informou a data para a realização da nova assembléia.

Por Emanoel Glicério |

Que regulamentação pela Justiça Eleitoral que nada! O presidente da Câmara Municipal de Bela Vista de Goiás (GO) já deu posse aos dois suplentes alcançados pela PEC dos Vereadores, que aumentou o número de vagas nos legislativos municipais.

Esse precedente de Goiás poderá espalhar-se pelo país inteiro, especialmente naquelas cidades em que o presidente da Câmara é aliado político dos suplentes: é dar posse de imediato e ponto final. E quem se sentir prejudicado, que procure a Justiça Eleitoral.

Em Recife, o presidente Múcio Magalhães (PT) já avisou: não tomará nenhuma decisão antes que a PEC seja regulamentada pelo TSE.

Do Blog do Inaldo Sampaio

Por Emanoel Glicério |


Em nossa lida diária por informações que agregam de fato valor as demandas dos nossos interlocutores, e que nos levam a criar situações que vislumbram novos horizontes, temos encontrado acessibilidade a mídia eletrônica em todos os níveis e sentidos. Afinal, nosso foco maior é ensinar as pessoas SABER SE RELACIONAR PARA VENDER MAIS E MELHOR.
.
A bem da verdade, também não podemos deixar para trás as nossas tradicionais e bem editadas revistas semanais ou mensais como Você, Exame, Pequenas Empresas, e tantas outras que sempre fizeram história levando a todos nós os mais diversos tipos de informações, embora recheadas por um infinito número de anunciantes, ou seja, aqueles que de fato bancam suas tiragens.
.
Toda essa gama de informação atrelado a outros estudos, nos oferecem subsídios e embasamento para o nosso trabalho como Conferencista. Afinal de contas, como diz Eugênio Mussak, professor de MBA da Fia e colunista da revista Você, quem tem competência tem suas razões para competir.
.
Aliás, quando na pauta o fator competência tem seu peso maior, vale á pena relembrar de algumas frases contendo essa significativa palavra: “Quem não tem competência não se enobrece”, “Quem não tem competência não se estabelece”, “Competência é uma simples questão de sobrevivência”. Aqui prá nós, o aludido termo competência, de forma bastante percebida nos últimos tempos tem assumido dimensões profundas, tendo em vista as evidentes exigências do mundo dos negócios. Entretanto, o amigo que ler nosso artigo seria ou será capaz de arriscar uma definição no concerne á palavra competência? Se me permite clarear sua memória, competência é a capacidade de entregar os resultados desejados com menos recursos, o que vem ser confirmado pelo referido professor da Fia.
.
Já em se tratando de RELACIONAMENTOS, em nossos encontros e Palestras, que já se tornaram uma grande saída para muita gente adquirir conhecimentos nunca vistos em certas salas de aula, comentamos sobre alguns termos ou palavras que ao longo dos últimos anos, “saíram da moda”. São pronuncias que precisam ser resgatadas por outros profissionais do varejo, inclusive, para tornar determinados ambientes mais bem humorados, dignificados e flexibilizados. Uma dessas palavras chama-se GENTILEZA! Pode tomar nota e espalhar em cada esquina com quem você cruzar: esquecemos de fato, há muito tempo, da palavra GENTILEZA!
.
Permita-me, mas, você tem lembrança do dia em que esteve envolvido num cenário, na condição de protagonista ou coadjuvante, onde alguém usou de GENTILEZAS com sua pessoa ou um dos seus familiares? E quando o assunto diz respeito a um “sonoro, espontâneo e bem educado, ”Bom dia!, Boa Tarde!, Obrigado!, Agradecido!, Por favor!, Desculpe!, a coisa fica ainda mais absurda. Esses termos sumiram na maioria das vezes, até quando mesmo não deveria desaparecer!
.
Como diz a querida, competente, bem informada e GENTIL Editora da Revista CONSTRUIR NOTICIAS, Zeneide Silva, as pessoas, hoje em dia estão entrando em contatos com o que há de pior, ou seja, com as agressões verbais e físicas, enquanto SER GENTIL E EDUCADO tem sido considerado para muita gente como estranho e careta.
.
Finalizo apenas com uma mensagem para todas as pessoas que no dia-a-dia estão envolvidas no RELACIONAMENTO COM O PÚBLICO: “a partir do momento em que vocês resgatarem as palavras acima, todos perceberão de imediato como os resultados em suas atividades vão se multiplicar.
.
EXPERIMENTE DEPOIS ME FALE!
.
Por Antonio Carlos de Souza Pereira
.
Conferencista, Palestrante, Consultor, Instrutor, Especialista em Vendas e Qualidade no Atendimento ao Cliente, Orientador, Consultor de Varejo, Empregos, Associativismo e Cooperativismo, Autor do Áudio-Livro “LOJI$TA$, UM CONVITE A REFLEXÕES” e do Livro “PAIXÃO POR VAREJO” brevemente em circulação em todo Brasil; Autor do Projeto “Meu Primeiro Emprego ”NASCEDOURO DE TALENTOS”, um dos únicos de uma pessoa física no Brasil; Autor do Projeto “PROMELHORIS” = Programa para Melhoria e Implantação de Novos Serviços em CDLS e Associações; Ex- Instrutor do Sebrae e Gerente de Banco de Varejo; Mestre de Cerimônia em Grandes Eventos no Centro de Convenções em Salvador

Nossos Contatos para Cursos/ Palestras:
ancarsope@bol.com.br...
075-.9159-3942 – 9168-0481

Por Emanoel Glicério |


O radialista Marcondes Moreno assumiu a assessoria de imprensa do Ypiranga para a temporada 2010 e já começou a desenvolver os trabalhos de comunicação na “Máquina de Costura”.


Moreno lançará no próximo dia 03 de outubro o livro “Uma paixão em Azul e Branco” onde conta a historia do clube alviazulino nestes 71 anos de histórias, fortes emoções e muitas conquistas.

O lançamento do livro deve reunir um grande número de personalidades ligadas ao futebol, e contará com um super show da brilhante Alexiana.

Vale à pena participar.

Por Emanoel Glicério |

O deputado Edson Vieira (PSDB) chegou a fazer discurso na ALEPE criticando a falta de segurança na Capital da Sulanca e mostrando um número assustador que ultrapassa mais de 40 assassinatos entre janeiro e setembro.

Mas o secretário de Defesa Social, Otávio Varêda, questionou esse número, colocando em duvidas a conta dos assassinatos apresentada pelo deputado. De acordo com o secretário o número correto é a metade do valor informado por Edson Vieira, ficando pouco acima dos 20 homicídios.

Mas a verdade é que 20, 40, ou seja, lá quantos assassinatos forem, e independente que quem seja a vitima, Santa Cruz deve redobrar seus trabalhos na área de segurança pública.

Por Emanoel Glicério |



O presidente da câmara de vereadores, Fernando Aragão (PDT), não esconde sua antipatia pelo Padre Zuzinha, que dá nome a honraria que será entregue nesta terça-feira (29).

Nas quatro primeiras edições da Medalha Padre Zuzinha, Fernando Aragão não indicou nenhum nome para ser homenageado, mas este ano, na cadeira da presidência, Fernando quase era obrigado a definir uma indicação a Medalha. E a Medalha em questão é a mais polêmica entre as indicações desta edição.

O vereador Ernesto Maia (PTB) indicou Everaldo Matrico, vocalista da banda Forró do Matrico, para receber a honraria, mas o comportamento do cantor, que beira o fanatismo político foi um dos principais entraves para a aprovação da indicação.

Por quatro votos a três a indicação foi concedida a Everaldo, e se não fosse a ausência do líder da bancada de oposição, Afrânio Marques ou a abstenção de Nanau, a decisão ficaria a cargo do voto de minerva do presidente, que questionado se em um caso como esse seu voto definiria uma medalha o presidente foi enfático: “Infelizmente eu definiria”

Por Emanoel Glicério |

Um projeto do vereador Francisco Ricardo (PSDC) provocou a irá de Ernesto Maia (PTB), que não aceitou a limitação dos apartes durante os discursos das reuniões plenárias da câmara de vereadores.

O projeto, que teve o apoio dos cinco vereadores de oposição, do líder do governo e do líder da bancada governista, limita o número de dois apartes por sessão, o que segundo Ernesto Maia é um ato antidemocrático.

Ernesto ainda criticou a decisão dos dois vereadores governistas que votaram a favor do projeto, alegando que o governo municipal pode sofrer com os ataques da oposição sem ter como ocorrer uma defesa maior por parte da bancada governista.

Nas próximas reuniões Ernesto Maia terá que fazer um verdadeiro jogo de estratégia para saber o momento exato de utilizar seus dois apartes sem desperdiçar munição quando não for necessário.

Por Emanoel Glicério |


Nota de esclarecimento do condômino Aguinaldo Xavier a todos os santacruzenses e condôminos do Moda Center Santa Cruz.

Prezados Condôminos e Santacruzenses:

Em resposta ao ex-prefeito e síndico do Moda Center Santa Cruz, José Augusto Maia eu Aguinaldo Xavier quero dizer que ao comparecer a assembléia da ultima sexta-feira, dia 25 de setembro, não fiz mais do que defender meus direitos como cidadão e condômino do nosso Moda Center Santa Cruz.

O senhor ´´síndico`` chamou a mim e todos os que ali estavam presentes de vândalos. Mas na verdade são todos cidadãos de bem e inclusive donos de boxes e lojas, ao contrário do que o senhor citou taxando vários deles de apenas ´´tumultuadores``.

Todos de Santa Cruz conhecem Aguinaldo Xavier, nunca fui de vandalismo, algazarra ou tumulto. Trabalhei sempre pelo bem da cidade. Ao contrário do senhor que mestre nas artes das algazarras, insultos e provocações andava em cima do famoso ´´trombetão`` no objetivo de apenas denegrir a imagem do próximo.

Aqueles mesmos que o senhor síndico taxou de ´´vândalos` no dia 25 de setembro muitos deles são exatamente os que lhe colocaram lá em cima a vida inteira lhe apoiando, e votaram pelo sim no último aumento que sua gestão proporcionou. Inclusive muitos deles naquela ocasião vieram com o senhor lhe aplaudindo e exaltando sua imagem, e naquele momento o senhor não os taxou de nada. Dessa vez todos escutaram e aceitaram o meu chamamento compreendendo que o aumento é abusivo e deve ser rejeitado.

Ao contrário do que o senhor taxa, eu crítico e ao mesmo tempo apresento soluções. Nesse caso o viável sério cortar altos salários que existem dentro do alto escalão do Moda Center e cortar contas de celulares destinadas a parte da diretoria. O que deve ser feito de imediato é a contratação de uma consultoria para que sejam observados as falhas e os gastos desnecessários, assim cortando custos. Sendo assim a taxa de condomínio vai baixar e nosso tão sofrido povo poderá respirar mais aliviado.

Sim lembrando, o senhor levantou a bandeira de que o Moda Center sobreviveria melhor sem a presença de políticos. Mudou de idéia foi? O senhor é tão volúvel assim, ou acha que o povo tem memória curta? O seu sobrinho Ernesto Maia, quando assumiu a diretoria do parque era vereador e o senhor deixou de ser político foi? Até onde sei o senhor é um ex-vereador, um ex-prefeito e um pré-candidato a deputado estadual. Isso não o enquadra na condição de político?

Aqui vai um conselho, se o senhor não tem competência para gerir o Moda Center entregue o cargo para alguém realmente capacitado e só assim nosso querido Moda Center poderá funcionar verdadeiramente como deveria estar funcionando a muito tempo.

Um forte abraço a todos os santacruzenses condôminos, unidos seremos mais fortes.

Por Emanoel Glicério |

Caros condôminos,

Diante dos acontecimentos que ocorreram na última assembléia no dia 25 de Setembro queremos esclarecer alguns pontos que foram levianamente distorcidos pelo Sr. Síndico do MODA CENTER SANTA CRUZ. Percebendo que era visível a não aprovação do aumento da taxa de condomínio. De forma arbitrária, desrespeitosa e covarde, cancelou a Assembleia Geral.

Em nota enviada para alguns blogs da cidade, o nobre Sr. Síndico relata que o cancelamento da reunião foi impedida por: ”tumulto, algazarra, insultos e provocações”. De maneira infeliz e ante democrática como é costumeiro de sua pessoa o Sr. Síndico cancelou a reunião através do seu assessor de comunicação, alegando conotação política.

Queremos esclarecer que a prática política partidária (politicagem) em tudo que se faz é de costume do mesmo, e nós que fazemos ASPROMOC sabemos o quanto somos perseguido e que por várias vezes fomos impedidos de expor nossas idéias através do informativo mensal simplismente por defender os interesses dos condôminos, que foram os reais responsáveis pela a edificação e sucesso do MODA CENTER.

É lamentável o ocorrido, estamos tristes e decepcionados que fatos como estes aconteçam e venha impedir de forma ditatorial o não cumprimento do nosso direito legal, de tomar decisões direcionadas ao bom funcionamento do MODA CENTER. Acreditamos que fatos como estes não mais ocorram, e que na próxima reunião o mínimo que esperamos é o respeito ao condômino.

DIRETORIA DA ASPROMOC

Por Emanoel Glicério |

Nota de esclarecimento da Diretoria do Moda Center aos condôminos e santacruzenses.

Prezados Condôminos e Santacruzenses:

A Assembléia de Condôminos marcada para esta sexta-feira, 25 de setembro, para tratar de ajuste dos valores do condomínio e propaganda do parque em outros estados, para atrair novos compradores, infelizmente foi impedida por tumulto, algazarra, insultos e provocações, por parte de algumas pessoas convocadas e incentivadas por um vereador na câmara, um ex-vereador nas ruas e na rádio Vale do Capibaribe, pelo Deputado Edson Vieira.

A Diretoria tinha consciência de que muitos dos presentes estavam interessados em contribuir e ajudar a resolver os problemas do Parque, porém, uma parte significativa, entre eles muitos não-condôminos, orientada pelos políticos acima citados, vieram com o único objetivo de tumultuar e impedir os trabalhos.

É triste ver alguém como eu e muitos como você, filhos desta terra, que tanto lutamos para que o Moda Center existisse e desse o exemplo de progresso, organização e desenvolvimento, o que tanto nos orgulha, termos ainda que ver invejosos, políticos decadentes, que nada fazem e nada fizeram, venham tentar ganhar dividendos políticos e novamente atrapalhar, como no passado, o sucesso e o desenvolvimento do nosso Parque, praticando atos destrutivos, como este de hoje, contra o nosso Moda Center.

Quero tranqüilizar a todos, afirmando que marcaremos uma nova data para realizar a Assembléia, desta vez como sempre fizemos, com ordem, respeito, seriedade e dignidade, porque é isto que os condôminos do Moda Center e o povo de Santa Cruz merece.

José Augusto Maia

Presidente do Condomínio

Por Emanoel Glicério |

Por Emanoel Glicério |

A Associação de Moradores do Bairro Dona Dom, através do seu Presidente o Senhor Josenaldo do Nascimento, vem, em nome dos moradores do bairro e dos associados, agradecer à Câmara Municipal de Vereadores, através do Presidente Fernando Aragão e ao Prefeito Antonio Figueiroa pela conquista da iluminação da Avenida Souza Aragão, no bairro Dona Dom. Obra esta que vai beneficiar os bairro Dona Dom, São Jorge, Dona Lica I e II.

Por Emanoel Glicério |


O vereador Deomedes Brito (PTB), preocupado com a situação em que os moradores da Vila Santo Antônio se encontram, começou buscar uma forma de melhorar a qualidade de vida dos moradores que foram retirados da antiga Favela do Papelão e colocados na Vila Santo Antônio, ao lado do Santo Augustinho.

Deomedes conseguiu uma caixa d’água e implantou com a ajuda dos moradores um chafariz para atender a comunidade que sofria com a falta de água e de condições dignas para as famílias que estão morando no local.

“Nossa preocupação com essa população é grande porque são muitas famílias vivendo em condições precárias e necessitando de um suporte dos poderes públicos” afirmou a assessoria do vereador.

Por Emanoel Glicério |

Os moradores da Rua José Bernardino Gomes, mais conhecida como Rua do Restaurante de Neguinho de Totó, bairro São Miguel, receberá oficialmente hoje, o novo calçamento. A obra faz parte da parceria encabeçada pela Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe no sentido de acelerar o número de ruas calçadas na cidade.
.
A frente da presidência da Casa Legislativa, o vereador Fernando Aragão estará logo mais a noite ao lado do prefeito Toinho do Pará, dos vereadores e de diretores e secretários de governo entregando mais uma importante ação para a população. Apesar da crise que os municípios brasileiros, em sua maioria, vêm passando, em Santa Cruz o modelo de parceria de sucesso ainda repercute de forma positiva, dando exemplo às câmaras de vários municípios do Agreste pernambucano.

Assessoria de impressa

Por Emanoel Glicério |


Por Emanoel Glicério |

Confira que chamou mais a atenção nos discursos da última semana...

Deomedes Brito (PTB) - 100 acessos
Ernesto Maia (PTB) - 100 acessos
Junior Gomes (PSDC) - 74 acessos
Diogo Moraes (PSB) - 45 acessos
Francisquinho (PSDC) - 44 acessos
Afrânio Marques (PSDC) - 31 acessos
Zezin Buxin (PSDC) - 16 acessos

Fernando Aragão (PDT) - 10 acessos
Nanau (PSDB) - 10 acessos

Por Emanoel Glicério |

Ouça o discurso do vereador Zezin Buxin

play




Ouça o discurso do vereador Ernesto Maia

play



Ouça o discurso do vereador Dimas Dantas

play




Ouça o discurso do vereador Diogo Moraes

play




Ouça o discurso do vereador Nanau

play




Ouça o discurso do vereador Francisco Ricardo

play




Ouça o discurso do vereador Deomedes Brito

play




Ouça o discurso do vereador Junior Gomes

play

Por Emanoel Glicério |



Neste Sábado, às 22 horas, em frente à Igreja Matriz, estará dando inicio mais uma festa dos Santacruzenses Ausentes. A festa começa com a apresentação da Orquestra Sanfônica de 8 Baixos e terá continuidade com o Maestro Forró da Orquestra Popular da Bomba do Hemetério, o grupo Fim de Feira, vencedor do Prêmio da Música Brasileira 2009, na categoria Melhor Grupo Regional, entre outras atrações.
Uma festa bonita que a cada ano trás a saudade e a novidade para a rua das centenárias gameleiras.

A Orquestra Sanfônica de 8 Baixos esclarece que só ira se apresentar durante a festa de São Miguel neste evento e não participará do Palco da Cultura Popular, devido a falta de comunicação por parte da prefeitura, que apesar de colocar o nome da Orquestra nos cartazes, só veio entrar em contato conosco às vésperas da apresentação.
Pedimos ao senhor prefeito que reveja a forma como esta sendo conduzida a política cultural de nossa cidade, pois seu encaminhamento pelas pessoas as quais o senhor delegou esta função só esta causando desconforto à classe artística, e estes não tem legitimidade nenhuma junto aos profissionais da cultura de nossa cidade.

Sem mais, agradecemos a atenção de todos e contamos com a presença da sociedade santacruzense nesta grande festa da cultura que acontecerá em frente à Igreja Matriz, neste sábado, às 22 horas.

Por Gilberto Geraldo
Produtor da Orquestra Sanfônica de 8 baixos

Por Emanoel Glicério |


A seccional Santa Cruz da Ordem dos Advogados do Brasil inaugurou nesta quinta-feira (24) a sala dos advogados no Fórum da cidade de Toritama, onde o presidente da secção, Roberto Soares, destacou o trabalho da entidade no fortalecimento da categoria dos advogados.


Roberto Soares fez um discurso de agradecimento, começando a preparar sua despedida do comando da seccional, Soares ainda fez questão de destacar a parceria da juíza Adrianne Ribeiro, que responde pela comarca de Toritama.


Já Adrianne Ribeiro abordou a importância dos advogados no mundo jurídico e pediu desculpas pela falta de estrutura do Fórum, que não oferece condições de trabalho satisfatórias.


“É essencial a existência dos advogados , porque só podemos fazer valer os nossos direitos na justiça se um advogado estiver fazendo o pedindo. Hoje estamos com muita alegria inaugurando essa Sala dos Advogados para que os senhores (advogados) possam ter um espaço próprio para trabalhar com mais conforto e atender seus clientes com mais dignidade. Infelizmente a estrutura do Fórum não comporta uma sala melhor, mas acreditamos que em 2010 estaremos com o novo Fórum concluído” declarou.


Adrianne Ribeiro ainda se mostrou preocupada com o grande volume de trabalhos acumulados nos fóruns, que provocam o acumulo de processos empilhados em mesas de juízes Brasil a fora. Para Adrianne Ribeiro, o crescimento econômico de Toritama, é o fator primordial para o grande número de ações que esperam um julgamento.


Sucessão OAB


Estiveram presentes a inauguração da Sala dos advogados no Fórum de Toritama, o candidato a presidência estadual e o candidato a seccional Santa Cruz, Julio Oliveira e Francisco Ricardo, respectivamente. Os dois candidatos mostraram afinidades e foram citados em vários discursos.
Roberto soares chegou a citar uma suposta tentativa de proibir a inauguração da Sala, vinda de setores ligados a atual presidência da OAB-PE.


“Esta atitude é lamentável e nos deixa muito triste. Até porque não estamos aqui para fazer política” desabafou Soares.

Por Emanoel Glicério |



O aumento da criminalidade nos municípios que integram o Pólo de Confecções localizado no Agreste pernambucano chamou a atenção do deputado Edson Vieira (PSDB). Ontem à tarde, durante o Grande Expediente, o parlamentar voltou a solicitar ao Governo do Estado providências. De janeiro a setembro deste ano, Santa Cruz do Capibaribe registrou 42 homicídios.
.
Na semana passada, uma comissão integrada pelo parlamentar, prefeitos, vereadores e sociedade civil conseguiu um encontro com o secretário de Defesa Social, Servilho Paiva. Vieira explicou a preocupação com a proximidade dos meses de maior movimentação nas feiras de moda e disse ter ouvido do gestor o reconhecimento quanto à necessidade de incrementar as Polícias. “Ainda na segunda-feira, felizmente, o governador anunciou o envio de 163 policiais militares (PMs) para a região”. Do reforço ao efetivo, 60 homens farão a segurança no município de Santa Cruz do Capibaribe, que passará a contar com 184 PMs.
.
Em apartes, os deputados Miriam Lacerda (DEM) e Esmeraldo Santos (PR) foram solidários ao pleito. “Garantir a segurança é essencial para o fortalecimento econômico da região”, observou a integrante do Democratas, representante do município de Caruaru na Alepe. “Em São Caetano, também lutamos contra o banditismo e, a partir do trabalho desenvolvido pelo Governo, acredito que conseguiremos superar as dificuldades”, salientou Santos.
.
Publicado no Diário Oficial do Estado

Por Emanoel Glicério |

"Quantos de nós vimos soterrados os desejos? Dos pequeninos aos maiores.
.
Não há uma criança que não reconheça em si a extensão dos próprios sonhos, assim como não existe aquele adulto que se veja como limitação dos mesmos. É da percepção de si que nasce o homem. Seja errônea ou não.
.
Terminamos não fruto do meio, mas fruto de nossos ideais.Dificuldade maior do que compreender o que é um ideal é transformá-lo num próposito. Tanto de mim restou enterrado por aí. Meu sonho de ser médica, de estilista, de ser pilota de avião. Termino aqui, professora. Buscava realização pessoal e, embora sabedora de que esta era uma visão um tanto quanto egoísta de tudo, não me afastei dos sonhos que tinha pra mim.
.
Hoje, como educadora, reconheço as falhas intrínsecas à realidade das instituições em que figuro como tal, no entanto, confronto estas convenções e busco o justo.
.
Fala-se em uma democracia com liberdades bem definidas e garantidas, guiada por um pensamento de bem-estar social comum, ideia inaugurada pelo Iluminismo, mas que nada! A verdade é que do Século das Luzes passamos para o Século da Completa Escuridão. O homem bom por natureza de Rosseau acabou corrompido pela sociedade, e sua divisão tripartida dos poderes foi distribuída a uns poucos sem noção de igualdade ou democracia. "Liberté, Egalité, Fraternité!", eis o lema que encontraram para mudar o mundo. Balela!
.
Muda-se a forma de governo, mudam-se as leis, mas não a mentalidade de que dirige. Restamos nós, figurantes numa comédia ridícula.Nossa constituição fala de República. Faz-me rir. A "res-publica" em que um dia se acreditou restou enterrada junto com o assassinato de Cícero que um dia ousou instituí-la no Estado Romano. Persistiu uma república eivada de interesses escusos e imbecis.
.
Os ideais que poderiam me fazer crer num Estado Democrático de Direito não mais existem. Vejo violência, um país injusto, acuado por facções criminosas, autoridades com poder de ação limitado, vejo meu país como detentor de 11% dos homicídios cometidos em todo o mundo. Vivo num "Estado Desigual no Direito".
.
As pessoas estão demasiadamente corrompidas por prazeres aparentemente maiores do que mudar o mundo. Aqui e ali encontramos disponibilidade de poucos para tornar tudo melhor, no entanto, acabam funcionando somente como paliativos, como vozes roucas num mundo que grita palavrões. Não se cura de um câncer com pequenas doses do remédio. Valores quando destruídos não há como voltar atrás, é burlar a história de uma sociedade que desde o dia que abraçou a propriedade privada não mais se fez justa como um dia desejou ser. Os fatos que aqui falam mais alto do que teorias acerca de um mundo igual.Acaba sendo impossível ser cidadão.
.
Que olhar dedicar a quem nos dirige?
Como fazer do algo qualquer coisa que não seja uma obrigação eleitoral pura?
Desculpe, sei que falho como cidadã!
Estamos nos tornando um país burro, que violentamente tolhe da população a capacidade pensante, questionadora, pois não se acredita.
.
O que um dia foi indignação e inquietude se tornou "esperado". Que democracia é essa que leva até os sonhos?"
.
Profª. Marilice Lopes

Por Emanoel Glicério |


PEC dos Vereadores Promulgada
.
A PEC que pretende aumentar o número de vereadores no Brasil foi promulgada pelo Congresso no dia de ontem (23/09). Agora aos cinco suplentes aqui de Santa Cruz do Capibaribe, resta sonhar. Já que para que tenha efeito imediato o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), precisa confirmar a diplomação.

Entendimentos contrários
.
Os presidentes do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Carlos Ayres Britto, e do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, já declararam ter dúvidas sobre a possibilidade da posse dos suplentes. Já o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Cezar Britto, já anunciou que acionará o STF caso a justiça eleitoral comece a dar posse aos suplentes.

Entendimento favorável
.
O relator da PEC, deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP), em discurso na tribuna da Câmara Federal, rebateu os críticos da proposta. Ele afirmou que o Congresso tem a responsabilidade de fazer leis e cabe ao Judiciário apenas cumprir. “A legislação eleitoral quem faz é essa Casa, não é o TSE ou o Supremo. Essa emenda constitucional está acima de qualquer resolução do TSE”.

Batata Quente
.
Havendo a confirmação por parte da justiça eleitoral, a “batata quente” será resolvida na Câmara Municipal. Já que é o próprio parlamento municipal quem informa ao juiz da cidade sobre as vagas disponibilizadas, entre uma quantidade máxima e mínima, que neste caso a decisão seria entre as dez já existentes e as 15 pretendidas pela PEC.

E vai pra o voto!
.
De acordo com um estudo que fiz a decisão dentro das Câmaras não seria da Mesa Diretora, mas sim do plenário. O presidente teria que formular uma matéria e consultar o plenário. Ou seja, no fim das contas os dez vereadores atuais votariam na prosposta da Mesa, que poderia ser de empossar entre 1 e 5 suplentes, ou de não disponibilizar vagas.

Benefício ou malefício?
.
Por vezes me pergunto o quanto mudaria o cenário político atual com a volta dos vereadores Aguinaldo Xavier, Galego de Mourinha, Zilda Moraes, Rui Medeiros e Zé Minhoca. E confesso que não consigo chegar a uma conclusão. Não sei se tudo mudaria, ou se tudo voltaria a ser como antes, ou ainda se não mudaria coisa alguma. Difícil de entender não é?
.
Por Ney Lima

Por Emanoel Glicério |


Noites Culturais


Local: Cine Marisa Neves
Grátis

.
Programação
-
Sexta, 25/09
20:00hs – Exibição do filme “The Doors”
22:00hs – Música: Baby Limonada
-

Sábado, 26/09
20:00hs – Exibição do filme “Amadeus”
22:00hs – Música: Banda Resíduos
-

Domingo, 27/09
17:00hs – Exibição do desenho “Wall-e”
20:00hs – Exibição do filme “A noite do Espantalho”
22:00hs – Música: Caçarola de Barro
-

Segunda, 28/09
20:00hs – Exibição do filme “Let it be”
22:00hs – Música: Le Freak

.

Apoio cultural:

Yanomami, Sport Company, Rota do Mar, Rede Agreste, ADG e CDL.

Por Emanoel Glicério |


O Congresso Nacional promulgou nesta quarta-feira a emenda constitucional que aumenta em mais de 7,7 mil o número de vagas de vereadores no País. A proposta teve a votação concluída nesta terça-feira na Câmara dos Deputados após quase cinco anos de tramitação. O texto foi proposto depois que Tribunal Superior Eleitoral (TSE) extinguiu 8,5 mil vagas nas câmaras municipais.
.
Câmara aprova criação de mais de 7 mil vagas para vereadores no País
.
O texto aprovado prevê efeito retroativo para que suplentes de vereadores, votados nas eleições municipais do ano passado, assumam as vagas criadas. Porém, o presidente do TSE, ministro Carlos Ayres Britto, destacou, em entrevista coletiva nesta quarta-feira, que, em 2007, a Corte editou resolução estabelecendo prazo até o dia 30 de junho de 2008 para a promulgação de uma emenda constitucional que alterasse o número de vereadores da atual legislatura. Sendo assim,
as vagas não podem ser ocupadas pelos suplentes.
.
Apesar de ter dito que, pela interpretação do TSE, a PEC não poderia valer agora, Ayres Britto reconheceu que na prática, depois da promulgação da emenda, a Justiça Eleitoral terá de dar posse aos suplentes do pleito de 2008. Mas ele observou que o Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) deverá questionar a PEC no Supremo Tribunal Federal (STF).O presidente do TSE, que também integra o STF, disse que não poderia falar especificamente sobre a aprovação da emenda porque ela deverá ser contestada no Supremo.
.
"Tudo indica, segundo notícias que circulam, que o Conselho Federal da OAB entrará com uma Adin (ação direta de inconstitucionalidade) adversando essa emenda. Então eu não posso falar sobre o conteúdo da emenda. Se ela é constitucional ou não é constitucional não me cabe dizer", afirmou.
.
A proposta foi aprovada em primeiro e segundo turno pela Câmara. Como o texto já havia sido aprovado em duas votações pelos senadores, para entrar em vigor, a PEC precisava ser promulgada pelo Congresso Nacional.
.
Redução de custos
.
A PEC prevê ainda a redução dos gastos com as câmaras municipais, ao fixar percentuais de despesas de acordo com o tamanho dos municípios. O texto impede que as despesas ultrapassem 7% da receita tributária e das transferências municipais em cidades com população de até 100 mil habitantes e 3,5% em municípios com mais de oito milhões de habitantes.
.
(com informações da Agência Estado)

Por Emanoel Glicério |